sexta-feira, 6 de julho de 2012

Escolhas: o que fazer para não se arrepender depois?

Muitas possibilidades, muitas escolhas, erros podem acontecer. Ficar parado é o pior erro.
Não existe uma resposta única. Não existe uma resposta "certa" e outra "errada". Poucas coisas são simples e admitem somente uma solução. São muitos os caminhos possíveis, tomar uma direção errada pode ocorrer muitas vezes. Ficar indeciso é quase uma constante, mas podemos enunciar algumas ideias:
  • Estudar quando se é jovem. Com a idade pode vir a sabedoria, mas é na juventude que se tem mais energia e facilidade para se aprender coisas novas.
  • Pensar e planejar o futuro, mas se não planeja no vento: tudo tem que ficar registrado em papel. Também não adianta muito sonhar em ser um atleta olímpico e ficar tomando cerveja com os amigos nos finais de semana.
  • O seu potencial é ilimitado, pensar pequeno é trair a si mesmo.
  • Escolher uma profissão/faculdade que ache interessante, que lhe faça sentir realizado. Porém, não se pode esquecer do retorno financeiro. Não é nada bom trabalhar muito e ganhar pouco.
  • Não ser imediatista. É preferível um pequeno sacrifício hoje para obter um grande ganho depois.
  • Uma boa posição social se conquista com muito trabalho, esforço e tempo. E boas escolhas.
  • Aposte e desenvola as suas melhores habilidades, ficar se lamentando por causa das suas fraquezas não vai torná-lo melhor.
  • Trabalhar apenas o necessário é o caminho mais fácil para alcançar a mediocridade.
  • Uma escolha errada não é fim do mundo: não se pode ter excesso de orgulho. Faça o melhor nessa situação: reconheça que errou, dê meia volta e refaça o caminho com mais atenção.
  • Depois de tomar uma decisão, nada de ficar remoendo as outras possibilidades que foram deixadas de lado, isso é pura perda de tempo, energia e foco.
  • O tempo flui continuamente, ele não espera pelas suas indecisões. Você pode ficar para trás e não conseguir o que deseja.
  • O planejamento para a aposentadoria deve começar muito antes do final da carreira profissional. Planejar a aposentadoria não é simplesmente saber com que idade se vai deixar o trabalho remunerado, é necessário estar preparado para esse evento. 
  • Se aposentar e precisar continuar trabalhando para poder se manter tem um nome: burrice. Ou completa falta de planejamento.
  • Não controlamos o acaso, imprevistos acontecem, mas é sempre possível manter um plano B em segundo plano. Claro, isso exige algum tempo e energia.

Um comentário:

  1. Boas dicas, Professor. continue seu trabalho no blog...sempre faz bons posts!

    ResponderExcluir